Palavra do Bispo

Diante de nós estão a vida e a morte: qual a nossa opção?

Autor: Dom Frei José Ubiratan Lopes OFMCap

Dom José Ubiratan Lopes (OFMCap)

Jesus é a Palavra Viva em nosso meio. Por onde Ele passou praticou o bem, nunca o mal. Sempre serviu aos irmãos, curou os enfermos, perdoou os pecadores, acolheu as pessoas tristes e aflitas. “Vinde a Mim todos os que estão cansados e atribulados e Eu vos aliviarei” (Mt 11,28). Jesus não veio abolir a Lei e os Profetas. Sua Pregação foi uma novidade para todos. Ele veio ensinar as coisas antigas e também as coisas novas. A comunidade ficou em dúvida e se perguntava:- nós vamos somente ouvir Jesus Cristo e o Evangelho ou devemos também ouvir os Profetas, Moises e a Antiga História? Ele disse: – “Eu não vim abolir a lei dos Profetas, mas vim completar e aperfeiçoar”.(Mt 5,17).

Devemos ouvir Jesus, mas também os Profetas, os ensinamentos de Moisés e dos livros antigos. Trazendo o Novo, Jesus assume também a Palavra Antiga. Ele disse:- Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e: Quem matar estará sujeito a julgamento. Eu, porém, vos digo que todo aquele que (sem motivo) se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo. (Mt 5,21-22). Nosso Senhor vai além dos Profetas, além de Moises.

Todo aquele que odeia o seu irmão, que o chama de tolo, que faz violência contra ele, está pecando contra o 5º Mandamento:não matar! Podemos assassinar outro não somente com um revólver ou com uma faca, com armamentos, mas podemos matar o outro com a calúnia, com a mentira, com a exploração. Podemos tirar a vida destruindo a imagem do outro, causando prejuízos a ele.

Jesus também disse: Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. (Mateus 5,27-28). Jesus não anula a Lei Antiga, mas leva a Lei à perfeição e vai além do que está escrito. Diz a Palavra de Deus: Se quiseres guardar os mandamentos, e praticar sempre fielmente o que é agradável (a Deus), eles te guardarão. Ele pôs diante de ti a água e o fogo: estende a mão para aquilo que desejares.A vida e a morte, o bem e o mal estão diante do homem; o que ele escolher, isso lhe será dado,porque é grande a sabedoria de Deus. Forte e poderoso, ele vê sem cessar todos os homens. Os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, e ele conhece todo o comportamento dos homens. Ele não deu ordem a ninguém para fazer o mal, e a ninguém deu licença para pecar. (Eclesiástico 15,16-21)

Diante do homem está o fogo e a água. Se colocarmos a mão no fogo, vamos sair queimados. A água está lá, mas se não soubermos nadar, vamos procurar a água? Diante de nós está a vida e a morte. O que vamos escolher? Muita gente procura a morte com as próprias mãos e destrói a própria vida e a vida do outro. Deus colocou diante de nós o bem e o mal. Pra onde estenderemos as nossas mãos? Como vamos usar nossa liberdade?  Diante de nós temos a virtude e o pecado, como vamos nos posicionar? Jesus fala que não veio abolir a Antiga Lei ensinada,mas cumpri-la e aperfeiçoá-la. A Antiga Lei não matar, continua e continuará sempre válida, mas Jesus vai e explica que todo aquele que odeia o seu ir irmão, guarda ódio,busca vingança pode destruí-lo.Também pode destruí-lo pela calúnia, pela desmoralização e causando prejuízos. Matamos o outro não somente com arma, mas matamos com o ódio em nossos corações.

O que assistimos no Brasil? A morte do povo brasileiro por causada corrupção, pela desonestidade, pela falta de vergonha dos políticos. Milhares de brasileiros nos hospitais sem assistência, crianças sem merenda, o básico faltando, as pessoas aposentadas sendo sacrificados, desempregados, violência. Tudo causando a morte do povo.  Todo aquele que faz corrupção e rouba os bens públicos,provoca a morte. Jesus veio trazer para nós a novidade. Ele veio para levar a Lei à perfeição e nos coloca na liberdade de escolha. Precisamos formar a nossa consciência de cristãos.Nós não podemos utilizar a nossa liberdade e para o mal. Nós não podemos utilizar nossas escolhas para destruir o outro e a comunidade. Nós precisamos utilizar a nossa liberdade e nossas escolhas para promoção, para o bem para edificação e não para a morte. Diante de nós está a vida e a morte, Qual a nossa opção? Jesus disse: Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus. (Mateus 5,20). Os fariseus cumpriam as leis ensinadas pelos profetas e pelos patriarcas.Eles sabiam muito bem sobre a palavra, mas colocavam a lei acima do amor fraterno. Não é importante só cumprir a lei como um ritual. Toda Lei deve servir ao amor, deve ser fruto do amor. Todas as leis, civis ou religiosas, as leis do Estado, a lei da igreja,para serem leis, precisam visar o bem comum.Chamamos a ética do bem comum. Se uma lei é feita somente para favorecer uma classe, outras ficam de fora, o que é injusto. As leis precisam ser justas. Todas as leis devem ser perpassadas pela ética do bem comum. Quando uma lei é elaborada para um só grupo, como ficam os outros que não serão beneficiados?Diante de nós está a lei da vida e a lei da Morte. Diante de nós está água e fogo. Jesus ensinou tudo de bom para que sejamos felizes. A palavra de Deus só traz lucro para nossa vida e para a sociedade. Basta que estendamos as nossas mãos para a Doutrina de Jesus. Quem vive a Palavra de Deus não mata, mas faz o bem e promove a vida. Louvado seja o nosso Jesus Cristo! Para sempre seja louvado.

Com minhas Bênçãos!

Dom José Ubiratan Lopes (OFMCap)

Bispo da Diocese de Itaguaí/RJ.

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *